Certo dia eu conversei com a Lua,

Pedi a ela que me ajudasse a encontrar

Um caminho certo pra seguir

Motivos e alegrias

De viver

A Lua respondeu com um brilho incomum

Que eu iria encontrar meu caminho

Se seguisse o pulsar do coração,

Sem desistir.

E, em um sopro refrescante,

O vento se apressou na conversa

E espalhou para os quatro cantos

Que para ser feliz basta viver,

Com as vitórias conquistadas,

Dia após dia.

E eu,

Alegre pela prosa,

Me deitei na grama fria

E brinquei com as estrelas,

Crianças de tudo…

Que me lembraram que o mais simples,

 Isso sim,

É felicidade!

Lu

Anúncios

2 comentários sobre “

  1. Eu quase sempre segui “o pulsar do coração”, e não consegui ainda encontrar o meu caminho…acho que preciso deixar de lado esse “pulsar”, e a partir de agora deixar a a razão ser esse “pulsar”? (da minha vida), se é que razão pulsa…rs
    Mas é bem verdade, “que para ser feliz basta viver”, sem medo e com muito jogo de cintura, superando o que é mais dificil, e fazendo festa “com as vitórias conquistadas”.

    P.s> Lu, lindo post…já tinha lido varias vezes, e tenho q dizer: essa menininha da imagem lembra vc…rs

    Amooo 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s